Um blogue sobre comunicação inteligente

03
Dez 12

As mensagens de texto (SMS = short messaging service) são a aplicação de dados com mais utilizadores no mundo, com mais de 3,5 mil milhões. Embora pareça que existem desde sempre, foi há "apenas" 20 anos que a primeira mensagem de texto foi enviada e recebida entre telemóveis e há cerca de 15 que se tornaram comuns.

"Bom Natal!" foi o que Neil Papworth (usando um PC) desejou a Richard Jarvis (usando um telemóvel Orbitel 901 da rede Vodafone UK) a 3 de Dezembro de 1992.

 

Inicialmente, enviar um SMS era gratuito (lembremo-nos que a generalidade os terminais de comunicações móveis, ou GSM, não tinham ainda teclas mas sim o famoso disco de marcação que também era comum em telefones fixos), dada a reduzida quantidade de informação enviada num SMS (128 bytes eram o suficiente para um envio... não são "kapas" nem "megas", são mesmo só 128 caractéres - agora 140 - entre informação de quem recebe, de quem envia e a mensagem em si). Só para termos uma ideia, com 140bytes não se inicia sequer uma conversa telefónica de voz.

O potencial comercial do SMS foi imediatamente reconhecido e, pouco depois, passado a ser cobrado, muito embora o "peso" que tem na rede seja praticamente insignificante.

Mas a história do SMS tinha já 7 anos quando a primeira mensagem foi enviada, pois desde 1985 que já se trabalhava na ideia e na possibilidade da inclusão de serviços digitais nas comunicações sem fios (documentação e propostas iniciais com os contributos principais de Friedhelm Hillebrand - Deutsche Telekom - e Bernard Ghillebaert - France Télécom).

 

 

 

 

No ano passado, enviaram-se quase 8 biliões (milhões de milhões) de SMS e este ano deveremos chegar perto dos 10 biliões, a um ritmo global que ronda os 6 mil milhões de mensagens enviadas por dia.
Isto acontece (entre outras razões) pelo curioso facto da maioria das pessoas preferir enviar uma mensagem a alguém do que realmente falar com ela.

 

Fontes: Wikipedia | MobiThinking | FactBrowser.
Imagem (estatística): DealerText.

publicado por Hugo Salvado às 23:15

Actualizações por e-mail

O seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Editorial
Gostamos da palavra propaganda, termo velhinho que, simplificando, antigamente definia sem complexos o conjunto de técnicas para publicitar uma ideia. Com o tempo, o termo muito utilizado pelos políticos numa conturbada fase do Século XX resistiu mal ao desgaste pelo sentido que assim se lhe deturpou: como se, realçar as virtudes próprias ou dum objecto, não fosse ambição e atitude legítimas, praticada por qualquer ser humano psicologicamente equilibrado e socialmente integrado. Ler mais
Subscrever RSS
Subscrever feed RSS.
pesquisar
 
Contactos

Aqui

links
Twingly Blog Search http://propaganda.blogs.sapo.pt/ Search results for “http://propaganda.blogs.sapo.pt/”
blogs SAPO