Um blogue sobre comunicação inteligente

04
Fev 11

 

 

Recebemos ontem na volta do correio um cheque referente à remuneração duma conta de Adsense do Google, um sistema de links temas relacionados que activei em dois blogues colectivos nos quais participo. Tal significa que foi finalmente alcançada a receita de 100 Usd em cliques, a quantia base que a empresa americana definiu para um encontro e liquidação das contas.

Restava decidir que destino dar a esta verba, que sendo exígua não é desprezível. Assim foi que se decidiu oferece-la a uma IPSS sem fins lucrativos, no caso a Associação Vale de Acór uma iniciativa da Igreja Católica que na margem sul trabalha desde 1994 na recuperação de toxicodependentes. Se num mercado tão restrito como o português a blogosfera jamais obterá receitas de publicidade significativas, esta é sem dúvida uma causa nobre, uma fórmula alternativa de recompensar todos os intervenientes do blogue, colaboradores e leitores. De que está à espera para criar o seu blogue?

publicado por João Távora às 18:16

16
Nov 10

 

Como já referimos, a grande utilidade dum blogue corporativo agregado ao seu site institucional, consiste na sua potencialidade em promover a interacção da empresa com o seu público.

Os seus conteúdos, semeados pelos motores de busca através de títulos criteriosamente explícitos, em posts nas suas redes sociais, ou através dum feed destacado no seu site, tratarão de encaminhar os potenciais clientes até si. Muitos acabarão por contactá-lo por telefone, preencher o formulário do site, ou colocar-lhe questões na caixa de comentários do facebook ou do blogue. Escusado será dizer que a resposta deverá ser pronta e atenta.

Eis que chegamos ao âmago da questão à preciosa receita do sucesso: títulos inteligentes, conteúdos interessantes, escritos de forma simples e apelativa, desafiando o leitor à acção.

 

(Continua)

publicado por João Távora às 17:19

11
Nov 10

 

Feita a introdução ao tema dos blogues corporativos aqui, onde explicámos como estes se podem revelar numa precisa ferramenta de Relações Públicas da sua empresa, passemos então a algumas questões práticas: 

Plataforma: O primeiro passo será escolher uma boa plataforma gratuita como Wordpress, Blogger, Typepad ou a nacional Blogs do Sapo entre outras.

 

Autores: A seguir põe-se a questão de seleccionar uma equipa para alimentar o projecto com conteúdos de interesse e com regularidade. Se não possui gabinete ou assessoria de relações públicas, procure entre os colaboradores aqueles com mais sensibilidade para a comunicação e simultaneamente mais versáteis na utilização da escrita. É fácil criar um blogue de testes para a equipa treinar, e poderá sempre contratar umas horas de formação leccionadas por bons peritos.

 

Conteúdos: Estabelecida uma linha editorial é preciso estabelecer uma fonte de inspiração para os conteúdos. Há que não inventar a roda todos os dias: promova a reciclagem de temas e textos existentes. Certamente encontrará muita matéria-prima em trocas de e-mails com clientes, press-releases, discursos, notícias da sua indústria, testemunhos de clientes, etc. etc. Quanto à periodicidade de publicação, o ideal seria a diária para melhor fidelizar os leitores visitantes; contudo, se a estrutura disponível não o permitir, a publicação de um post por semana é o mínimo para um sucesso aceitável da empreitada.

 

Grafismo: Finalmente, mas não menos importante é o template, o desenho gráfico do seu blogue. Nesta área tão sensível para a reputação duma marca, o ideal seria recorrer a um profissional de Web-design, mas se não o puder fazer limite-se a escolher, dentro do menu de opções modelos e cores, uma solução inócua para que o seu branding seja religiosamente respeitado.

 

(Continua)

publicado por João Távora às 18:51

05
Nov 10


Já lhes encomendaram a alma por diversas vezes, mas os blogues continuam a dar e a proliferar. Porque um blogue corporativo pode revelar-se, além duma precisa ferramenta de relações públicas da sua empresa, um meio de promover e destacar as melhores páginas do seu site, já que os motores de busca que adoram “posts” (as mini-páginas enroladas cronologicamente no blogue), se forem úteis e interessantes.

Um blogue, pela disposição e informalidade dos seus conteúdos, jamais substituirá um site institucional. A sua fórmula favorece a interactividade e fidelização do leitor, podendo ser utilizado como um diário de conversa útil sobre o seu produto ou serviço e revela-se a plataforma ideal para apresentar conteúdos aos fãs da sua página de Facebook. Os blogues funcionam em “redes de interesses”, devendo assim exibir uma lista de links a outros que versam sobre a mesma matéria, mesmo que sejam concorrentes – assim se gera uma valiosa massa critica de base. Fundamental sempre é agregar um bom contador de estatísticas para monitorizar os resultados e delinear estratégia: quantas visitas, de onde vieram, para onde foram, tempo permanência, e, muito importante, quais as pesquisas que trazem visitantes. Uma premissa a ter em conta antes de se lançar na sua aventura pela blogosfera: os bons resultados não se alcançam num sprint, prepare-se para uma corrida de fundo.


Voltaremos em breve a este assunto.

publicado por João Távora às 18:57

Actualizações por e-mail

O seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Editorial
Gostamos da palavra propaganda, termo velhinho que, simplificando, antigamente definia sem complexos o conjunto de técnicas para publicitar uma ideia. Com o tempo, o termo muito utilizado pelos políticos numa conturbada fase do Século XX resistiu mal ao desgaste pelo sentido que assim se lhe deturpou: como se, realçar as virtudes próprias ou dum objecto, não fosse ambição e atitude legítimas, praticada por qualquer ser humano psicologicamente equilibrado e socialmente integrado. Ler mais
Subscrever RSS
Subscrever feed RSS.
pesquisar
 
Contactos

Aqui

links
Twingly Blog Search http://propaganda.blogs.sapo.pt/ Search results for “http://propaganda.blogs.sapo.pt/”
blogs SAPO