Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


À espera que a web seja como a água

Quarta-feira, 16.02.11

O CEO do Twitter, Dick Costolo proclamou perante a audiência do Mobile World Congress há poucos dias, que o seu objectido era que o serviço de microblogging fosse como a água.

O que Costolo quer dizer com isto é que as plataformas devem deixar de requerer conhecimentos especiais para a sua utilização e deverão tornar-se tão omnipresentes e intuitivas, como o gesto de abrir uma torneira. Todos sabem fazê-lo, velhos e novos, com ou sem educação superior, homens, mulheres e crianças.

Este ponto de evolução, onde se usam estas ferramentas sem pensar, pode levantar questões éticas, como todas as revoluções as levantaram. Uma coisa é certa, a forma de comunicar, será alterada como nunca antes, numa evolução exponencial, quando comparada com o one-to-one do telefone do séc. XIX, depois massificado, ainda em modo one-to-one, no séc. XX.

Esta revolução vai ser all-to-all, com todas as gigantescas implicações que daí advêm.

Mais alguém está com sede?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Leonardo de Melo Gonçalves às 16:45

Dê! Give! Donnez!

Quarta-feira, 17.11.10

Todos gostamos de ser reconhecidos. Pelo nosso trabalho, pelas nossas capacidades parentais, pelo cartão de pontos daquela loja que frequentamos mais, pelas idas à bomba de gasolina, etc...

Se a sua empresa está no Facebook, Twitter ou se mantém um blogue: dê. Recompense quem o lê, quem compra os seus produtos e quem partilha os seus conteúdos dando-lhes algum tipo de reconhecimento.

Para isto, qualquer gesto simples conta:

- dê protagonismo: se alguém faz retweet, agradeça mencionando a pessoa
- dê €: ofereça descontos ou oportunidades exclusivas para os seus produtos/serviços aos seu fãs do Facebook
- dê "obrigados": agradeça as sugestões que os clientes menos bem-dispostos lhe derem (e as dos bem-dispostos também!)
- dê uma parede inteira: se quiser mesmo mostrar ao mundo que se preocupa, porque não seguir o exemplo do site/blog Mashable e criar uma parede na sua empresa dedicada aos seus fãs/amigos do Facebook (ver foto acima)

Dar, é uma linguagem que todos compreendem. Mesmo que tudo esteja bem, dê, que ficará melhor ainda.

O que é que tem oferecido ultimamente àqueles que lhe dão atenção? Tem alguma história de sucesso para contar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Leonardo de Melo Gonçalves às 17:35

Boas sinapses: O Poema mais longo do mundo

Terça-feira, 26.10.10

 

 

As boas ideias são normalmente simples na sua essência. Um bom exemplo é este site que agrega tweets que rimam e os vai colocando naquele que é o poema mais longo do mundo: tem neste momento 1.3 milhões de versos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Leonardo de Melo Gonçalves às 14:33





Editorial

Gostamos da palavra propaganda, termo velhinho que, simplificando, antigamente definia sem complexos o conjunto de técnicas para publicitar uma ideia. Com o tempo, o termo muito utilizado pelos políticos numa conturbada fase do Século XX resistiu mal ao desgaste pelo sentido que assim se lhe deturpou: como se, realçar as virtudes próprias ou dum objecto, não fosse ambição e atitude legítimas, praticada por qualquer ser humano psicologicamente equilibrado e socialmente integrado. Ler mais

Contactos

Aqui



pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Subscrever RSS

Subscrever feed RSS.