Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Outra vez o ROI dos Social Media e porque deve deitar fora o seu telemóvel

Quinta-feira, 09.12.10

 

No seguimento do João ter abordado esta questão, um vídeo com bons argumentos. Acho que o melhor é mesmo «qual é o ROI do seu telemóvel?».

Neste caso, não se trata de aferir quantos euros nos dá por mês o telemóvel face à nossa conta, mas sim quantas relações não se estabeleceriam, quantas conversas não exisitiriam, quantos potenciais clientes não nos teriam contactado se não tivéssemos telemóvel.

No mundo de hoje, os social media não dão retorno directo: aprofundam ligações, acrescentam interactividade às relações marcas/stakeholders, são potenciadores de resultados e acrescentam valor qualitativo que, claro, se poderá converter a prazo em melhores resultados quantificáveis.

No entanto, a pergunta não deve ser «quantos € receberei, por cada € que investir», mas sim «não estarei a perder € (quem diz € diz quota de mercado, notoriedade, etc...) por não estar onde estão os meus clientes?». A resposta torna-se simples: é melhor estar do que não estar, é melhor ter telemóvel do que não ter.

Quem não aparece, deixa paulatinamente de exisitr. Isso sim, é mau para o negócio. É como deitar fora o telemóvel, só porque não conseguimos medir o seu ROI. Quem será o primeiro a atirá-lo pela janela?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Leonardo de Melo Gonçalves às 10:25





Editorial

Gostamos da palavra propaganda, termo velhinho que, simplificando, antigamente definia sem complexos o conjunto de técnicas para publicitar uma ideia. Com o tempo, o termo muito utilizado pelos políticos numa conturbada fase do Século XX resistiu mal ao desgaste pelo sentido que assim se lhe deturpou: como se, realçar as virtudes próprias ou dum objecto, não fosse ambição e atitude legítimas, praticada por qualquer ser humano psicologicamente equilibrado e socialmente integrado. Ler mais

Contactos

Aqui


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Subscrever RSS

Subscrever feed RSS.